A experiência com Aaron Rodgers afetou a abordagem de Nathaniel Hackett para Russell Wilson

A grande lição de um item no TheAthletic.com sobre o primeiro ano de Russell Wilson em Denver vem do relatório de que o proprietário de Seattle, Jody Allen, queria demitir o técnico Pete Carroll e o GM John Schneider. (Wilson nega.) A história contém Outras pepitas interessantes.

Por exemplo, está claro que a abordagem do técnico do Broncos, Nathaniel Hackett, para Wilson em Denver foi influenciada pela experiência de Hackett com Aaron Rodgers em Green Bay em 2019.

Naquele ano, Hackett entrou como coordenador ofensivo, trabalhando com o novo técnico Matt LaFleur. De acordo com o relatório, LaFleur “às vezes apresentava um novo conceito ou jogava em um grupo ofensivo” e Rodgers “derrubava”.

Segundo o relatório, Hackett não quer passar pela mesma experiência novamente.

“Eu não quero fazer isso de novo”, disse Hackett, um assistente técnico não identificado do Broncos disse ao TheAthletic.com. “Quero que esta transição seja o mais fácil, fluida e rápida possível.”

Pode ter sido muito fácil para Wilson.

“Ele teve muita influência”, disse outro treinador ao TheAthletic.com. “E foi principalmente baseado no que Hackett permitiu que ele influenciasse.”

Então Wilson, que queria ser o centro do ataque por anos, conseguiu o que queria. Não funcionou. O desafio para o novo técnico Sean Payton é encontrar um bom equilíbrio entre melhorar Wilson e garantir que ele não tenha muita força.

READ  Previsão na área de DC: fortes tempestades são possíveis hoje, alerta de inundação em vigor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *