Telesat troca fornecedores de satélites de Internet para economizar US$ 2 bilhões

  • As ações da operadora canadense de satélites de telecomunicações Telesat subiram na sexta-feira depois que a empresa anunciou que mudaria de fornecedores para sua planejada rede global de Internet Lightspeed.
  • A Telesat, a empresa aeroespacial canadense MTA, e não a fabricante franco-italiana Thales, construirá os satélites Lightspeed, resultando em uma “economia total de custos de capital” de cerca de US$ 2 bilhões.
  • A empresa espera começar a lançar os primeiros satélites Lightspeed em meados de 2026, com o serviço global começando quando os primeiros 156 satélites estiverem em órbita.

Uma renderização da constelação Low Earth Orbit Broadband da Telesat

telesat

As ações da operadora canadense de satélites de telecomunicações Telesat subiram na sexta-feira depois que a empresa anunciou que mudaria de fornecedores para sua planejada rede global de Internet Lightspeed.

A empresa espacial canadense MDA agora construirá satélites Lightspeed, substituindo a fabricante franco-italiana Thales Alenia Space, resultando em uma “economia total de custos de capital” de US$ 2 bilhões, anunciou a Telesat.

A empresa espera começar a lançar os primeiros satélites Lightspeed em meados de 2026, com o serviço global começando quando os primeiros 156 satélites estiverem em órbita. A rede inteira está planejada para consistir de 198 satélites.

As ações da Telesat subiram 64% em relação ao fechamento anterior de US$ 8,45 em alto volume no início do pregão, caindo ligeiramente para quase 50%.

“Estou incrivelmente orgulhoso de promover o trabalho inovador da equipe da Telesat… resultando em custos drasticamente reduzidos”, disse o CEO da Telesat, Dan Goldberg, em um comunicado.

Confira o gráfico…

As ações da Telesat subiram na sexta-feira depois que a empresa mudou seu fornecedor de satélite de Internet.

READ  Índia retira notas de Rs 2.000 de circulação

A empresa já tinha um acordo de US$ 5 bilhões com a Thales Alenia Space para construir os satélites – cerca de US$ 3 bilhões para os satélites, incluindo lançamentos de foguetes, construção de infraestrutura terrestre e construção de plataformas de software para operar a rede. .

Goldberg enfatizou anteriormente à CNBC que a Lightspeed não quer competir nos mercados direto ao consumidor contra o Starlink da SpaceX ou o Kuiper da Amazon. Em vez disso, a Starlink manterá o foco atual da Telesat em clientes corporativos – o governo e os mercados comerciais que se expandiram no ano passado.

A Telesat divulgou os resultados do segundo trimestre na sexta-feira, que incluiu uma receita de US$ 180 milhões, uma queda de 4% em relação ao mesmo período do ano anterior. O lucro líquido da Telesat aumentou para US$ 520 milhões no trimestre, em comparação com um prejuízo líquido de US$ 4 milhões no ano anterior – uma reviravolta dramática, já que a empresa pagou à FCC US$ 260 milhões para liberar espectro para uso de 5G nos Estados Unidos.

A empresa reafirmou sua orientação de receita para o ano de 2023, esperando arrecadar entre US$ 690 milhões e US$ 710 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *