O que pode e o que não pode: Ficam abertos supermercados, mercados que trabalham com gêneros alimentícios, farmácias, padarias, açougues, peixarias, postos de gasolina e comércios

A Prefeitura de Paraty informa que o prefeito Luciano Vidal assinou nesta quinta-feira, 19 de março, o decreto 024/2020, estabelecendo mais uma série de restrições para evitar a circulação de pessoas no município e aumentar a prevenção ao coronavírus.

Pelo decreto fica estabelecido o seguinte:
1-Proibição de funcionamento de lojas e de comércio em geral pelo prazo mínimo de 15 dias, excetuando-se supermercados, mercados que trabalham com gêneros alimentícios, farmácias, padarias, açougues, peixarias, postos de gasolina e comércios voltados para alimentos e medicamentos de animais;
2-Proibição do funcionamento de restaurantes e bares pelo prazo mínimo de 15 dias, excetuando-se aqueles que trabalham com serviço delivery;
3- Proibição da circulação e permanência em todas as praias do município pelo prazo mínimo de 15 dias, incluindo Trindade, Prainha de Mambucaba, São Gonçalo, São Gonçalinho, Prainha, Jabaquara e Pontal. Nestas praias serão afixadas faixas de alerta aos visitantes e a fiscalização vai autuar os infratores;
4-Proibição de acesso a trilhas e cachoeiras e ilhas pelo prazo mínimo de 15 dias;
5-Suspensão das atividades de pousadas, campings, hostels pelo prazo mínimo de 15 dias. Aqueles estabelecimentos que já estão com hóspedes manterão apenas estas reservas e não aceitarão novos hóspedes;
4- Determinação à empresa de ônibus Colitur que opere com 50% da capacidade de passageiros sentados e promova a higienização dos veículos nos pontos finais a cada chegada ao destino, além de limpeza geral dos ônibus a cada 24 horas.
5- Proibição de passeios de barco e de jipe, de qualquer natureza, pelo prazo mínimo de 15 dias.
6- Bancos e loterias não são comércio e têm seu funcionamento regulado pelo Banco Central, mas seguem trabalhando com contingenciamento e terão que evitar aglomeração de pessoas;
7- A Prefeitura vai realizar operações específicas de fiscalização para combater a prática de preço abusivo, principalmente de medicamentos, insumos e alimentos.

Além disso, o prefeito Luciano Vidal anunciou a proibição do corte de fornecimento de água e flexibilização para pagamento das contas para todos os moradores, pelo prazo de 60 dias. Haverá ainda gestão do município junto à empresa Enel, que é uma concessionária do governo federal, para que a mesma medida seja adotada em relação à conta de luz.
Por fim a Prefeitura de Paraty reitera, que até o momento, não foi confirmado nenhum caso de coronavírus e há quatro casos que seguem em investigação, com pacientes em internação domiciliar ou já fora da cidade, conforme boletim epidemiológico divulgado na tarde desta quinta-feira.

guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo, e mora há desde 2012 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada em fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e que atua também com ensaios, além de responsável pela criação do Projeto Eu Amo Paraty. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!