Um caso que vem ganhando muita atenção nas redes sociais é a história de uma jovem que ao viajar para a praia, achou que seria bonito, ter uma selfie junto a um coração formado por estrelas-do-mar, por fim, essa turista matou 31 estrelas do mar a troco de uma foto e algumas curtidas.

As estrelas-do-mar são criaturas vivas, sim, são animais que possuem brânquias dérmicas em sua superfície e isso lhe proporciona a respiração, uma estrela do mar fora do seu habitat natural, ou seja, da água, sobrevive entre 3 a 5 minutos antes de ser asfixiada.

Outro caso cruel, é o que acontece na República Dominicana, no passeio à ilha Saona, os turistas podem pagar para moradores tirarem fotos deles segurando estrelas-do-mar.

Como se já não fosse ruim, o ato tornasse pior, isso porque as estrelas-do-mar usadas para a fotografia, são presas durante o dia na água, perdendo assim a sua liberdade, quando o barco com os turistas chegam, e encontrando seu final por puro capricho humano.

 

guidonietmann
guidonietmann

Há 8 anos morando em Paraty, Guido Nietmann é fotógrafo e webmaster. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada em fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e que atua também com ensaios, além de responsável pela criação do Projeto Eu Amo Paraty. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade, e seu cantinho preferido é a praça da Igreja de Santa Rita!

Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br