Paraty está chegando ao pico de contágio. Cidade pode ter mais de 700 infectados! Não é hora de sair de casa a toa….

Ontem, Paraty chegou aos 100 casos oficiais de Coronavírus na cidade. Quase todo mundo já conhece alguém que teve uma gripe com dores no corpo, tosse muito seca, com boa probabilidade de ter sido contágio por Covid 19 aqui na cidade. Voltando ao raciocínio sobre os números:

A subnotificação média estimada no Brasil é de 7 casos para 1. Ou seja, se temos 100 casos oficiais na cidade, muito provavelmente algo em torno de 700 moradores, estão infectados com o virus. Numa cidade com 40 mil habitantes, isso são quase 2% da população. O que isso quer dizer?

Quer dizer que a partir de agora, a curva de contágio ficará cada vez mais ascendente. Com um número tão expressivo de contaminados, o contágio vai ser rápido. Por isso, neste momento, é fundamental tentar usar todas as formas de proteção possível! Insista da limpeza com sabão e alcool gel, troque de roupas ao entrar em casa, e use a bendita máscara!

Eu sei que tá um saco, também tô louco pra sair de casa, tomar um porre num bar, nadar numa praia… pode acreditar! E também tô vivendo aqui do pouco dinheirinho do auxílio do governo! (se nem loja normal tá tendo cliente, imagine a gente que é fotógrafo…).

Mas a hora mais importante de ficar em casa é agora! Então aguenta só mais um pouquinho, ok? Logo logo esse pesadelo termina…

guidonietmann

guidonietmann

Há 9 anos morando em Paraty, Guido Nietmann é fotógrafo e webmaster. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada em fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e que atua também com ensaios, além de responsável pela criação do Projeto Eu Amo Paraty. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade, e seu cantinho preferido é a praça da Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

7 comentários em “Paraty está chegando ao pico de contágio. Cidade pode ter mais de 700 infectados! Não é hora de sair de casa a toa….

  • Avatar
    29 de maio de 2020 em 18:08
    Permalink

    Quando em janeiro/20 comecei a estudar o assunto através da mídia televisada internacional principalmente depois que a OMS decretou a “pandemia”. Por sensibilidade eu senti a gravidade do novo assunto e pesquisei principalmente a gripe espanhola em paralelo. O QUE FALAS É ALTAMENTE PERRINEMTE POIS NA PANDEMIA QUE CITEI ELA SÓ TEVE A AMPLITUDE PUBLICADA NA SUA REAPARIĆÃO PELA SEGUNDA VEZ – QUANDO A POPULAÇÃO JULGOU QUE ELA.TINHA PASSADO.

    Resposta
    • Avatar
      3 de junho de 2020 em 22:44
      Permalink

      Vejo as pessoas conversando nas ruas,sem máscaras, em bares bebendo em agrumetacoes sem máscaras,reunião de família churrasco tds sem máscaras,tds tipo de irresponsabilidade. Depois tds querem culpar governos,etc… se cada um Ñ fizer a nossa parte a tendência é piorar. Nem saio mais no bairro ,pra Ñ ver tanta irresponsabilidade 😨😥😡

      Resposta
  • Avatar
    30 de maio de 2020 em 06:54
    Permalink

    Vejo muitos donos de ponto na feirinha, conversando um pertinho do outro, sem máscara, se tocando, tocando nas coisas… Tinha Q ter mais fiscalização além da consciência de cada um…

    Resposta
    • Avatar
      30 de maio de 2020 em 12:23
      Permalink

      Boa Tarde.. Sou paratiense e vivo em Lisboa 20 anos. Trabalho como cozinheiro no centro de Lisboa. A pandemia aqui fechou tudo.. Com ajuda do governo e fiscalização local estamos abrindo os comércios aos poucos com umas normas a seguir. Máscara, luvas, distanciamento das mesas de 2 metros. Limites de entrada e pagamento so com cartão…. Estabelecimentos que não cunpra as leis estabelecidas por lei off ou de abertura. Paga multa e perde o direito da ajuda do governo para empresas…
      Eu acho que paraty não tem fiscais para percorrer toda área. É os poucos que têm são ”AMIGOS” e com amigos é difícil de pôr em prática as ordens ou apricar multas.
      Que Deus esteja olhando para nossa cidade.

      Resposta
  • Avatar
    1 de junho de 2020 em 07:47
    Permalink

    Você que é fotógrafo, está vivendo do pouco dinheiro que o Governo está ajudando, e quem é autônomo como eu, que fiz a inscrição, sempre em análise, e nunca recebi nada, imagina meu sufoco

    Resposta
    • guidonietmann
      2 de junho de 2020 em 12:03
      Permalink

      Não quero nem imaginar, Gerson. Espero que consiga logo receber o seu. Já tá ruim com ele, imagino como esteja sem.

      Resposta

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!

%d blogueiros gostam disto: