Massagem, meu melhor presente para 2019

Resoluções de Ano Novo, quem não faz? A minha, dessa vez, foi buscar leveza de corpo e alma numa massagem relaxante na Casa do Dharma, para começar o ano com coragem e fé na vida. Conto aqui um pouco dessa experiência que me foi tão benéfica, graças à sensibilidade e aos toques mágicos das mãos de Agustina Navarro.

Ao entrar na sala, percebi que tinha acertado na escolha. O ambiente era tudo o que eu precisava naquele momento – cheirinho bom no ar, uma penumbra gostosa, maca confortável e forrada com tecidos macios e, para completar o bem-estar, a música suave e relaxante, inspirando um silêncio quase sagrado…

A sala de massagem: acolhedora, com luz reduzida e cheirinho bom no ar…

Mas foi quando Agustina começou a massagem que aquela horinha passada ali realmente se tornou valiosa! Ah, meus pés doloridos que tanto precisavam de toque… Foi por eles que a massagem teve início. Não sei por quanto tempo, mas foram minutos deliciosos de massagem nos pés, com o auxílio dos óleos essenciais, tão cheirosos e com poder estimulante e curativo.         

Meu corpo inteiro agradecido, livrando-se das tensões e entrando numa conexão que parecia me fazer flutuar, embora eu soubesse muito bem que estava ali, naquele momento, naquele agora muito consciente e com tanta qualidade. Só a agradecer!

Ao final, quando Agustina passou a massagear meu pescoço e minha cabeça, tive a dimensão de que também a minha mente estava sendo “massageada” ali, aliviada do sem-fim de pensamentos e preocupações que costumam tornar tão cansativo o nosso dia-a-dia…

Uma hora depois e eu saía da Casa do Dharma tal como eu desejara, mais leve de corpo e alma, com as melhores inspirações e aspirações para o meu Ano Novo.  

Agustina Navarro no jardim da Casa do Dharma.

Agustina acredita no que faz. Ela ​estudou massoterapia na Escola de Medicina Tradicional Chinesa MTC Donna Natura, em Córdoba, na Argentina, onde aprendeu as massagens Tui Na, Californiana, Digitopuntura, Reflexologia e Ventosas. Incorporou ao seu trabalho técnicas da massagem estética / modeladora e da massagem Tailandesa.

Mas sua experiência e devoção pelo trabalho que realiza, inclusive nos cursos de formação e na prática de Yoga e Meditação, fizeram com que ela desenvolvesse um jeito pessoal de entender e praticar a massoterapia. Seus cursos na Casa do Dharma são cada vez mais procurados. “Para mim, a massoterapia é uma arte de curar com as mãos, de trazer alívio e relaxamento ao corpo e a mente. Cada massagem é uma viagem pelo universo daquele corpo, por onde vou fluindo, guiada pela luz e pelo amor”, me disse Agustina, depois da nossa sessão. Repito: só a agradecer!

Mágica? Não, massagem. Esta eu recomendo muito (moradores de Paraty têm desconto), inclusive para presentear amigos e familiares queridos.
E que 2019 entre o mais leve possível em nossas vidas, com consciência, paz interior e boa vontade para o convívio pacífico e amoroso. Namastê!

Onde  
Casa do Dharma, rua Beija Flor, 180, (24) 9 9849 8090 / 9 9279 4725, www.casadodharma.com

Claudia Ferraz

Claudia Ferraz

Claudia Ferraz, jornalista interessada em histórias de vida e de lugares, com mania de acreditar que tudo tudo vai dar pé, graças à arte, à cultura e à educação.

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!