Casal tenta atear fogo em funcionário que cuidava de carro da patroa em Trindade, quebra carro, agride trabalhador e rouba material de trabalho

Confira o relato que Letícia Martins fez em seu facebook no último dia 15 de outubro:

“Passando pra trindade e pro mundo minha indignação sobre a sexta de madrugada q o carro quebrou na frente do parquinho e meu funcionário ficou dormindo no carro pra cuidar…e inacreditavelmente passou um casal morador da trindade e inexplicavelmente tentou atear fogo no coitado do trabalhador….depois de espancar quase até a morte…alegando q negro tem q morrer queimado…..sobre muitos risos….o mesmo se encontra hospitalizado e muito machucado…

Apos quase matar o trabalhador quebraram o carro todo.; e roubaram meu material de trabalho…ai eu pergunto….ate quando viveremos assim? fica aqui meu desabafo e a pergunta ate quando viver na trindade será comparado a viver na cadeia onde é preciso viver sempre debaixo de covardia e de ladrões baratos q precisam roubar uma mãe de família e matar nossos negros…lá nem na cadeia acontece tanta barbearia com pessoas inocentes….mas tenho certeza q Deus vai cobrar muito caro…..”

Letícia ainda afirma nos comentários que o nome do casal seria Thomas e Marina, e que apesar de a polícia ter sido acionada, não houve providências.

Comentários do post sobre o caso
Avatar

Zé do Povo

Arredio, inquieto, mas um defensor árduo da justiça, Zé do Povo é o que o nome diz. Um cara do povo, que prefere não se expor, mas quer expor todos os problemas da cidade.

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!