Associação de Barqueiros protesta por falta de entrega de flutuantes prometidos em campanha no Cais de Turismo

Os barqueiros de Paraty, através de sua página Barqueiros Unidos, postaram anteontem uma mensagem de protesto por causa de dois flutuantes que chegaram a ser instalados junto ao Cais de Turismo, mas foram novamente retirados. Pelo que eu sei, a prefeitura desistiu de instalar os flutuantes depois de uma reunião com os donos de escunas, onde os proprietários das escunas teriam se negado a parar de atracar seus barcos no Cais. Essa teria sido a condicionante para que os flutuantes fossem instalados.

A meu ver, extremamente esquisito atrelar a entrega de uma obra que beneficiaria todo o turismo de Paraty a uma condicionante dessas. Se não pode atracar ali, eles que fiscalizem ué. O Cais segue aguardando também uma reforma prometida pelo atual prefeito, Luciano Vidal em sua campanha.

Esse abandono por parte da administração pública com o centro histórico é de dar nos nervos! Cais abandonado, lixeiras horrorosas (alguém já se deu conta de que elas não precisam ser daquele plástico laranja?!!?!), entulho pra todo lado, e ruas que seguem intransitáveis de tão irregulares. É assim que vamos cuidar do nosso Patrimônio Mundial?

Confira a o texto da nota dos barqueiros:

“Nós da Associação Barqueiros Unidos viemos a público pedir uma explicação por parte do poder executivo sobre o motivo pelo qual os nossos flutuantes não foram entregues como prometido.

Pedimos a colaboração da população para que compartilhe esta publicação até chegar ao conhecimento do Sr. Prefeito.

Para esclarecimento:

Ano passado, estivemos em algumas reuniões com o ex-prefeito (Casé) e o então secretário de turismo da época, que nos informaram sobre a compra de diversos flutuantes para contemplar não somente o cais, mas toda zona costeira. Pois bem, os flutuantes até chegaram a ser instalados na cabeceira do cais (duas unidades), porém sem uma rampa de acesso, o que impossibilitou a utilização, e dessa forma permaneceu por quase dois meses lá, parado, sem uso, um verdadeiro estorvo para o tráfego das embarcações. Mas pensávamos que seria por uma boa causa, que logo seriam feitas as adequações necessárias para uso… Só que para nossa surpresa, ao invés de finalizarem o serviço eles simplesmente retiraram os flutuantes de lá!

Agora nós perguntamos, onde foram parar esses flutuantes?

E outra, porque esse descaso e total abandono para com o cais da nossa cidade? Que mau nós fizemos para merecer tamanha cureldade por parte do poder público. Locais com bem menos fluxo de embarcações receberam seus flutuantes, e a gente que realmente precisa ficou deixado de lado…

Convidamos o Sr. prefeito para fazer uma visita ao cais num dia de maré seca e ver o transtorno que é pra embarcar os passageiros com uma unica escada de acesso no final do píer.

Isso sem falar no restante da infraestrutura do cais, que ameaça cair a qualquer momento de tanto tempo que não fazem manutenção (vejam as fotos). A lama nas ruas por falta de um calçamento adequado, os banheiros que não recebem cuidados desde quando foram feitos, a segurança noturna, etc, etc…

Mas a princípio queremos saber: ONDE ESTÃO OS FLUTUANTES DO CAIS SR. PREFEITO?”

guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo, e mora há desde 2012 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada em fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e que atua também com ensaios, além de responsável pela criação do Projeto Eu Amo Paraty. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!