5ª edição do Coletivo Brasil tem data marcada para acontecer em 2019

Projetos culturais em Portugal, coordenados por Lauro Monteiro, são ampliados e contam com artistas de Paraty

São quatro anos de atividades na cidade de Torres Vedras, em Portugal. O projeto, que começou após uma exposição do artista e curador brasileiro Lauro Monteiro por lá, apresentou diversas linguagens artísticas ao público lusitano, além de expor trabalhos de artistas de diversos municípios do Brasil como Araraquara/SP, Ribeirão Preto/SP, Franca/SP, São Carlos/SP, São Paulo e ABC paulista, além de Curitiba/PR, Rio de Janeiro e Paraty/RJ.
Após realizar uma exposição por lá, a convite do arquiteto português André Duarte Baptista, Monteiro apresentou uma proposta de parceria público-privada à Prefeitura Municipal local de levar artistas brasileiros para uma série de atividades, à cidade, que fica na região de Lisboa. Desde então, foram expostos trabalhos em Portugal trazendo desenho, aquarela, pintura, gravura em metal, xilogravura, linóleogravura, colagem, livro de artista, fotografia, vídeo-arte, vídeo-texto, documentário, literatura (poemas) e arte têxtil. Cerca de 40 artistas tiveram seus trabalhos expostos na terrinha.
E o sucesso do Coletivo Brasil fez com que a quinta edição do projeto já tenha data marcada. A abertura será no dia 04 de novembro de 2019 e ocupará a galeria Municipal Paços, como vem fazendo desde 2015, até o dia 25 de outubro. Além de mais uma edição do projeto, os trabalhos do artista plástico e curador do Coletivo, Lauro Monteiro, foram ampliados.

Ampliação na Ponta do Lápis
Todos os anos trabalhando em Portugal, Monteiro reúne desenhistas brasileiros para o 5°Encontro Internacional de Desenho de Rua, que acontece na mesma época do Coletivo Brasil e para encontros extras com artistas portugueses em Torres Vedras e Lisboa. Esta atividade – “Sketchtour Portugal – Na Ponta do Lápis”, reúne interessados em artes e desenho de observação e criação.

“Neste ano, ampliei tais atividades que irão acontecer em Lisboa, com o ilustrador e sketcher Luiz Miguel Frasco. Em Torres Vedras, uma vivência de aquarela com o mestre António Bártolo e Olga Neves em ilustração. Ocuparemos os ateliers destes artistas. Na praia de Santa Cruz, uma oficina com o mestre José Manuel Ferreira. Para tornar mais estimulante estas atividades preparei um “esquenta” para o Encontro Internacional com 3 atividades em aquarela com o artista plástico de Ribeirão Preto que estará em residência artística, Beto Cândia pelas ruas da cidade”, contou o artista plástico araraquarense radicado em Paraty/RJ.

A proposta desta atividade turística-cultural possibilita uma viagem diferente, uma vez que é aberta a todos que gostam de desenho, numa vivência e experiência que difere das viagens turísticas que estão no mercado.

Serviço:
Coletivo Brasil 2019
Exposição e oficinas de artes visuais
De 04 a 25 de outubro de 2019
Local: Galeria Paços – Praça do Município, Torres Vedras/Portugal

Sketchtour Portugal- Na Ponta do Lápis
Roteiro turístico-cultural em Portugal com vivências em artes visuais
De 24 de outubro a 8 de novembro de 2019
Locais: Lisboa, Praia de Santa Cruz e Torres Vedras

Contato com Lauro Monteiro
WhatsApp: (24) 999813-9090
E-mail: [email protected]

Por: VHPress

guidonietmann

guidonietmann

Guido Nietmann é fotógrafo e mora há 7 anos em Paraty. Em parceria com a fotógrafa Roberta Pisco, criou a Fotos Incríveis, empresa especializada que atua com fotografia imobiliária, gastronômica, fotografia aérea, fotografia de produtos e também com ensaios. Apaixonado por Paraty, não se cansa de retratar as belezas da cidade e nutre uma paixão  especial pela Igreja de Santa Rita! Contato e mais informações: www.fotosincriveis.com.br

Deixe aqui sua opinião sobre este assunto!